terça-feira, 10 de abril de 2018

PROJETO BURN BOOK - MARÇO

Olá, bebês! 

Este é o resumo de um mês que começou meio bosta... Pelo menos, até a primeira quinzena de março! A sensação foi de estar num looping do mês anterior.

Projeto Burn Book, PBB, Summertime Sadness
Créditos: Pinterest

Infelizmente, minha impaciência continua firme e forte, contribuindo para alguns momentos desconfortantes de embates com familiares. Por mais que eu os ame e, atualmente, tenha uma boa convivência com eles, não permito que invadam meu espaço... Aliás, esse é o principal motivo por trás dos meus conflitos sociais e também, por ser considerada como alguém de gênio forte: Ter opinião. E acreditem, esse é o julgamento de pessoas que tem grande proximidade comigo - não prendo ninguém a mim mas, se permanecer ao meu lado, exijo que me aceitem como sou!

Vocês se lembram quando comentei sobre a necessidade da distração? Pois é... Se não fosse um rápido passeio ao Subway com minha irmã e filha, para jogar conversa fora, eu teria falhado nesse objetivo! E admito, tenho dificuldades em me distrair - falando em Subway, para vegetarianos, veganos ou quem é adepto de alguma dieta específica, existe a opção de salada agora, onde você pode escolher os ingredientes, assim como no sanduíche.

Ao menos, março foi produtivo:

• Game: Call of Duty - Modern Warfare 3

Saí da zona de conforto, então não tenho experiência com jogos de tiro em primeira pessoa. Sendo assim, o ponto negativo que posso citar é a duração do Modo Campanha, que poderia ser mais duradouro. Porém, em suma, um ótimo jogo!



O enredo é ambientado nos eventos que deram início à Terceira Guerra Mundial entre os Estados Unidos e Rússia, ampliando sua ofensiva para países europeus. A Task Force 141 conta com aliados no Oriente Médio, Ásia e África, ou seja, o jogador participa de missões em outras unidades também. O Capitão Price e sua unidade são os protagonistas dessa seqüência e tem, como principal objetivo, capturar o ultranacionalista e antagonista, Vladimir Makarov.

• Série: Young Sheldon



Young Sheldon é um spin-off de The Big Bang Theory. Uma série cômica, ambientada durante a infância do personagem mais icônico, Sheldon Cooper. Mais precisamente, aos nove anos de idade, passando por situações cotidianas e vivendo com sua família no Leste do Texas.

A série foi criada por Chuck Lorre e Steven Molaro - mesmos criador e produtor / escritor de TBBT -, juntamente com Jim Parsons, como produtor executivo e narrador.

Comparado à The Big Bang Theory, a única semelhança é o próprio personagem, Sheldon. O humor é ingênuo, tendo em foco o relacionamento familiar, mas principalmente, entre mãe e filho. Nela, você irá se familiarizar com alguns personagens já mencionados na série - que, na minha opinião, foram bem adaptados -, e o melhor - para quem tem filhos, claro - é que todos os públicos podem assistir, sem preocupações!

Obs.: Segunda temporada confirmada!

• Uma boa notícia...

A boa notícia, que na verdade é uma grande oportunidade, chegou até mim, antes da primeira quinzena do mês. Como de costume, não entrarei em detalhes até que este se torne um fato concreto mas, desde já, peço que me enviem energias positivas, como uma Genki Dama!

Eu refleti bastante - por isso, atrasei essa postagem - e pude concluir que necessito mesmo, conciliar minha criança interior com a maturidade das experiências vividas, porque as duas se complementam. Eu sou muito caseira, mas quando me tornei dona de casa e mãe, me abandonei. Por muito tempo, assumi várias responsabilidades e cara... Eu não “zerava” um jogo ou terminava uma série há tempos! Sabe, a simplicidade me alegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para que a devida atenção seja dada aos visitantes do blog, os comentários passarão por moderação, onde serão lidos e respondidos.