quarta-feira, 24 de agosto de 2016

A Subcultura Headbanger


Créditos: FridayCat.net

Subcultura é o conjunto de características culturais, específicas de determinado grupo. Podem coexistir, pacificamente, na sociedade ou estabelecer uma subcultura desviante, se comparado ao padrão cultural dominante, imposto por elites com influências sociais e econômicas decisivas.

O termo Headbanger é a denominação ao grupo, pelo hábito de balançarem suas cabeças - headbanging, em inglês ou bate-cabeça, em português -, habitualmente, ao ritmo das músicas. Já, o termo Metalhead - utilizado na Europa -, se refere ao próprio gênero musical.

Entre as décadas de 1960 a 1970, teve início no Reino Unido e Estados Unidos, o gênero musical oriundo do rock, heavy metal. Tendo suas influências nos gêneros blues-rock e rock psicodélico, as bandas percussoras do movimento desenvolveram uma sonoridade massiva e agressiva, com a criação de riffs - desenvolvimento de notas, acordes ou intervalos, repetidos no contexto musical, formando uma base ou acompanhamento - e timbres distorcidos e/ou saturados dos amplificadores, trazendo uma característica sombria às composições. Tradicionalmente, essas composições reúnem guitarras com sonoridades altas e distorcidas, contrabaixo com sonoridades intensas e vocais vigorosos. Bandas de acid rock - vertente do rock psicodélico - contribuíram para o desenvolvimento do heavy metal, enquanto outras aderiram ao movimento, como Blue Cheer e Steppenwolf. Os álbuns “Fresh Cream”, “Disraeli Gears” - Cream, em 1966 - e “Are You Expirienced” - The Jimi Hendrix Expirience, em 1967 -, são considerados protótipos do gênero.

Fresh Cream e Disraeli Gears
1966 - Fresh Cream e Disraeli Gears.
Are You Expirienced
1967 - Are You Expirienced, The Jimi Hendrix Expirience.

Em 1968, aquilo conhecido como
heavy metal começa a se consolidar. Embora “Summertimes Blues”, do Blue Cheer - cover do homônimo, de Eddie Cochran -, seja considerada a primeira canção legítima do gênero, bandas como The Yardbirds e Iron Butterfly gravam as canções “Think About It” e “In-A-Gadda-Da-Vida”, simultaneamente, sendo as principais concorrentes pelo título de primeiro álbum de heavy metal.


    





Em 1969, Led Zeppelin definiu os aspectos centrais do gênero emergente e, segundo a All Music - maior base de dados em metadata, fundada por Michael Erlewine -, tanto as sonoridades, quanto os temas abordados nas canções, foram definidas pela banda. Deep Purple, por sua vez, adere ao movimento.

Em 1970, Black Sabbath consolida o heavy metal padrão ao lançar os álbuns “Black Sabbath” e “Paranoid”, com sonoridades específicas e intensas. Enquanto Deep Purple, ao lançar o álbum “In Rock”, alcança a quarta posição na Billboard, com a canção “Black Nigth”, respectivamente. Nesse ano, as bandas britânicas UFO, Black Widow, e Uriah Heep lançam seus álbuns “UFO 1”, “Sacrifice” e “Very ‘eavy... Very ‘umble”, incorporando o imaginário ocultista ao gênero - exceto UFO -, juntamente ao Black Sabbath e, posteriormente, Led Zeppelin.

Black Sabbath e Paranoid
1970 - Black Sabbath e Paranoid, Black Sabbath.
In Rock e UFO 1
1970 - In Rock, Deep Purple e UFO 1, UFO.
Sacrifice e Very 'eavy... Very 'umble...
1970 - Sacrifice, Black Widow e Very 'eavy... Very 'umble...

Entre as décadas de 1970 a 1980, com as grandes gravadoras fixadas no movimento punk, o heavy metal perde espaço para gêneros como punk rock, disco, etc. Algumas novas bandas britânicas de heavy metal são influenciadas por movimentos agressivos, sons enérgicos, lo-fi - reprodução de áudio feita por aparelhos de baixa qualidade, gerando distorção, ruído ambiente e gravações com baixa frequência de resposta - e “Do It Yourself” - gravações feitas de forma independente e barata, para pequenas audiências. Um bom exemplo desse contexto é a banda Motörhead, fundada em 1975, considerada importante intermediária entre os gêneros heavy metal e punk, influenciando outros para esse segmento.

O mainstream toma conhecimento do New Wave of British Heavy Metal - Nova Onda do Heavy Metal Britânico -, um movimento único entre bandas interessadas em resgatar o heavy metal, em sua essência. As bandas de N.W.O.B.H.M. reenergizaram o gênero, retirando o blues-rock e rock psicodélico - característicos da primeira geração -, inserindo peso, velocidade e ressaltando os aspectos metálicos, com a despreocupação em atingir grandes audiências. São consideradas como expoentes as bandas Venom, Def Leppard, Saxon, Iron Maiden, entre outras - porém, as quatro citadas alcançaram bastante popularidade e sucesso midiático. Enquanto muito se especulava em torno das bandas merecedoras da categorização, em 1974, Judas Priest ao lançar o álbum “Rocka Rolla”, passa a ser considerado a banda mais influente de heavy metal, pós- Black Sabbath, mesmo não emplacando nenhum álbum no TOP 40 dos Estados Unidos, até 1980. No entanto, o lançamento de “British Steel”, seu sexto álbum de estúdio, lhe concedeu os discos de ouro e platina pela Recording Industry Association of America - Associação das Indústrias de Gravação da América.

Rocka Rolla e British Steel
1974 - Rocka Rolla | 1980 - British Steel, Judas Priest.

No início da década de oitenta, com o súbito crescimento de popularidade e graças a MTV daquela época, muitos artistas se beneficiaram com a frequente exposição e, nos Estados Unidos, Quiet Riot influenciado pelo gênero, se torna a primeira banda estadunidense a chegar ao topo da Billboard, com o álbum “Metal Health”. A popularidade do heavy metal possibilitou a participação de bandas e personalidades em eventos de grande porte, como no US Festival ’83 e Rock In Rio ’85 - primeira edição do evento.

“O Metal ampliou sua base de audiência. A música de metal não é mais de domínio exclusivo de adolescentes do sexo masculino. O público do metal tornou-se mais velho, jovem e feminino.”

- Billboard 200, 1985.

A história do heavy metal é extensa e rica em detalhes. Muitas bandas estão envolvidas na popularização do gênero, assim como vertentes se originaram do mesmo; no entanto, para melhor desenvolvimento e interação do assunto, os fatos mencionados são de extrema importância ao enfatizar os primórdios do heavy metal - foco principal. Logo, em virtude dos fatos, para considerarmos essa subcultura, outros aspectos devem ser discutidos... A etimologia do termo utilizado, movimento cultural e moda serão temas abordados em publicações futuras.


_________________________________________________________________________


Referências Bibliográficas:


Para desenvolvimento parcial desta, foram utilizadas informações de conhecimento pessoal, contidas em artigos aleatórios e descompromissados a essa pesquisa.

• Fonte                                                              • Fonte
• Fonte                                                              • Fonte
• Fonte                                                              • Fonte
• Fonte                                                              • Fonte
• Fonte                                                              • Fonte
• Fonte                                                              • Fonte

2 comentários:

  1. Perfeito, não tenho o que acrescentar, e os clássicos citados estão perfeitos, foi meu primeiro contato com o rock e a subcultura, amo de paixão.

    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir

Para que a devida atenção seja dada aos visitantes do blog, os comentários passaram por moderação, onde serão lidos e respondidos.