quinta-feira, 7 de maio de 2015

2° Comilança do Nosferô


      No último domingo (03/05), a Rubia, do Nosferotika, organizou o 2° Comilança do Nosferô, no Parque da Juventude. Basicamente, é uma confraternização de trevosas (os) from hell, e hoje vou escrever sobre a experiência mágica em ter estado na companhia dessas pessoas.

2° Encontrinho do Nosferotika
Foto: MoonShadow

      Aproveitando o domingo ensolarado, levei minha filha para o encontro, pois tanto eu, quanto ela, nunca tínhamos visitado o Parque da Juventude. Como eu não sabia, muito bem, o que esperar desse dia, fui tomada por uma ansiedade enorme, mas, ao chegar na estação Carandiru, a ansiedade não era nada, comparado à sensação de acolhimento daquelas pessoas. A recepção foi algo único, e é até difícil descrever... Parecia que nos conhecíamos há anos; inclusive, senti que minha filha teve a mesma impressão.

      Quando saímos da estação, rumo ao parque - para variar -, os olhares se voltaram contra nós. Narizes se torceram, os bochichos e preconceitos imperavam acerca do nosso encontro. Mas, acreditem, isso não nos afetou. O clima era de descontração total!

      Durante a dinâmica, pude conhecer melhor, todos ali presentes. Pude conhecer, pessoalmente, a Ruru, esbanjando sua simpatia, e sambando na cara dazinimigax. A Sandila - do Nox et Lux -, extremamente educada e meiga. E a Júlia - vulgo Chibi, do ChibiRoom -, que é aquela bonequinha, como costumamos ver. Eu já admirava essas mulheres como blogueiras, e passei à admirá-las como pessoas. Agora, aqueles que conheci, já como pessoas, me conquistaram muito mais, por terem sido eles mesmos, o tempo inteiro.

      Isso me lembra que, na dinâmica, me esqueci de responder uma pergunta: Porque que tu tá nessa?

      Bom, sinceramente, não sei dizer os motivos que me trouxeram até elas. Quando conheci a Ruru e a Sandila, jamais imaginei que, um dia, nossos caminhos se cruzariam. Elas me incentivam a ter orgulho de mim mesma, mantendo fidelidade à minhas escolhas, independente dos julgamentos e preconceitos alheios.

      Em um momento, no encontro, as duas choraram, e confesso que quase chorei, também. Porque, em cada gesto, em cada palavra e em cada agradecimento, notei o quanto são gratas pelo nosso reconhecimento. Enfim, cada trevosa (o) que esteve presente, sabe, muito bem, aquilo que sentiu!

      Termino esse post por aqui, porque um cisco caiu no meu olho... :')

6 comentários:

  1. Ahh Marcela... Que prazer enorme foi te conhecer pessoalmente! Tanto à você quanto sua princesa linda, a Duda!!
    Fiquei triste por não termos tirado uma foto juntas, sabe? Também fiquei triste por não ter conversado contigo o tanto que gostaria! Mas sei que haverão outras oportunidades e essas eu não irei perder!!
    Obrigada pelo dia maravilhoso! Obrigada por tudo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandila, o prazer foi todo meu! Sem dúvidas... Bem depois, me toquei de não ter tirado foto com ninguém.

      Eu queria ter conversado com você, mas, meu lado bicho-do-mato faz com que eu não interaja com as pessoas, tanto quanto eu gostaria. :/

      E acredite: Sou eu quem tenho de agradecer você, por tudo!

      Beijões! :*

      Excluir
  2. Ah é tanta mulher bonita, que nem sei para onde olhar!
    Sensacional se conectar através de blogs e Face, e depois se encontrar pessoalmente, né?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Vívien... Essa foi uma experiência muito interessante, sabe? E, além de bonitas, as meninas são simpaticíssimas, também!

      Beijão! :*

      Excluir
  3. Marcela, não tenho palavras pra agradecer a sua presença nesse encontrinho.
    Muito obrigada por ter o sacrifício de acordar mais cedo, trazer seu projetinho de diva e conversar com a gente, dar umas risadas, trazer comida boa.
    Isso significou muito pra mim. Já te admirava na internet, agora te admiro ainda mais que te conheci pessoalmente ♥_♥
    No próximo a gente vai tirar tanta foto que você vai até cansar!

    Bêzo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, Rubia... Você foi a idealizadora disso tudo, e eu não tenho palavras para agradecer a sua iniciativa.

      Minha admiração por você aumentou, ainda mais, desde que a Duda te conheceu. Todo dia é "minha tia pra cá, minha tia pra lá"... E isso é muito importante para mim, porque vejo que ela curtiu o encontro, também.

      Na próxima vez, vou deixar meu lado bicho-do-mato em casa. Certo?

      Beijão! :*

      Excluir

Para que a devida atenção seja dada aos visitantes do blog, os comentários passaram por moderação, onde serão lidos e respondidos.